Baixe gratuitamente o livro Inclusão e Reabilitação da Pessoa com Deficiência Visual: Um Guia Prático 2ª Edição

Já está disponível para download gratuito a segunda edição do livro Inclusão e Reabilitação da Pessoa com Deficiência Visual: Um Guia Prático, que reúne em 400 páginas, os melhores artigos apresentados nas 3 primeiras edições do congresso online internacional de deficiência visual, organizado anualmente pelo Portal da Deficiência Visual, onde se reúnem os maiores especialistas de diversos países para apresentar as novidades na área da deficiência visual.

Na seleção dos artigos, foram priorizados os temas que possuem uma aplicação mais prática na atuação dos profissionais que atuam diretamente com a inclusão e reabilitação de deficientes visuais, englobando as áreas da psicologia, assistência social, educação, fisioterapia, terapia ocupacional, direito, arte, esporte e cultura, com ênfase nas escolas inclusivas, nos centros especializados na reabilitação de deficientes visuais, centros de referência em assistência social, centros culturais e órgãos do poder judiciário.

Além de ser uma fonte riquíssima de conhecimentos para estes profissionais, este livro também serve como guia para que os próprios deficientes visuais e seus familiares compreendam onde estão os principais problemas e soluções que podem impedir ou facilitar o processo de reabilitação e inclusão social, educacional e laboral das pessoas cegas ou com baixa visão.

Para baixar o livro gratuitamente, acesse o formulário localizado no lado direito do site.

Para que você tenha uma noção dos conteúdos abordados, colamos abaixo o prefácio e o sumário do livro.

Prefácio

Certa vez, quando eu ainda era criança e estava perdendo a visão, meus pais me levaram até Chico Xavier em busca de alguma ajuda que me fizesse voltar a enxergar. Ao perceber que este era o único interesse deles naquela visita, Chico disse aos meus pais: "Se vocês trouxeram ele aqui só por causa disto, vão em paz, ele vai ser uma pessoa normal." Hoje em dia eu entendo que Chico estava certo, e que errados éramos nós de querer mudar os planos divinos. E assim foi, eu cresci e me tornei uma pessoa que trabalha, estuda, tem filhos e faz tudo aquilo que tem vontade, como qualquer pessoa normal. Porém, para chegar até aqui eu tive que lançar mão de muito conhecimento acerca da inclusão e da reabilitação de pessoas com deficiência visual. Durante os 16 anos em que trabalhei no sistema público de ensino, fui percebendo a falta que faz um programa de inclusão e reabilitação sério e que funcione de verdade. E foi do desejo de levar o que aprendi a todas as pessoas cegas ou com baixa visão, estejam onde estiverem, que nasceu o Portal da Deficiência Visual e também este livro. Por isto que eu o dedico a toda pessoa com deficiência visual e a todo aquele que esteja buscando conhecimento para auxiliar alguém a tornar-se um ser humano mais digno, independente, bem-sucedido, ou por que não dizer, simplesmente uma pessoa normal. Dedico todo este trabalho a você leitor, seja você um profissional da área da saúde ou uma pessoa com deficiência visual buscando por uma vida digna, seja um professor ou cuidador que deseja preparar-se para atender a alunos cegos ou com baixa visão, seja você um pai ou uma mãe em busca de orientação acerca de como educar ou auxiliar no processo de reabilitação de seu filho, pois aqui você encontrará uma imensa quantidade de informações que irão transformar a forma como você se vê, a forma como você vê o seu paciente, o seu aluno ou seu filho, e a forma como você sempre viu a inclusão e a reabilitação de pessoas com deficiência visual. Boa leitura!
Prof. Wagner Maia 

Sumário

CAPÍTULO I: Laços que Aprisionam: O Cárcere Emocional Estabelecido pelas Relações de Superproteção. Camila Gandini
CAPÍTULO II: Síndrome de Münchausen: Os Familiares que Adoecem às Pessoas com Deficiência para se Tornarem Indispensáveis em Suas Vidas. Lorelaine Sapia
CAPÍTULO III: Educação Sexual e Deficiência Visual: As Conseqüências da Vergonha de Ensinar. Camila Gandini
CAPÍTULO IV: Deficiências Instaladas: Quando a Deficiência Visual se Converte em Deficiências Múltiplas. Sabrina Siqueira Casado
CAPÍTULO V: O Preconceito Enfrentado pelas Famílias que Decidem Incentivar a Autonomia de seus Filhos com Deficiência Visual: Lorelaine Sapia
CAPÍTULO VI: A Importância do Brincar no desenvolvimento das Crianças Cegas e com Baixa Visão: Olga Solange Herval Souza
CAPÍTULO VII: Os Benefícios da Convivência com Animais para o Desenvolvimento Biopsicossocial da Criança Cega: Camila Gandini
CAPÍTULO VIII: Ecolocalização: O sistema de Flash Sonar dos morcegos aplicado à orientação e mobilidade dos deficientes visuais. Daniel Kish
CAPÍTULO IX: Técnica de Mãos-Sobre-Mãos. Carlton Anne Cook Walker
CAPÍTULO X: Surdocegueira: Empírica e Científica. Alex Garcia
CAPÍTULO XI: A Escola Preparatória: O Modelo Alemão de reabilitação baseado na autonomia do Deficiente Visual: Anja Pfaffenzeller
CAPÍTULO XII: O Uso do Computador na Sala de Aula do Ensino Regular como facilitador da Inclusão do Aluno com Deficiência Visual. Wagner A. R. Maia
CAPÍTULO XIII: A Inclusão dos Deficientes Visuais no Ensino Superior dos Estados Unidos. Harrison Tu
CAPÍTULO XIV: Avaliação diferenciada: "um problema em escolas inclusivas para os professores que precisam avaliar estudantes cegos ou com baixa visão na sala de aula do ensino regular. Fernando Raúl Pacheco Troncoso
CAPÍTULO XV: A História do uso do Braille em Línguas Diferentes. Avi Gold
CAPÍTULO XVI: As Impossibilidades da Inclusão na Educação Superior: Uma dissertação de mestrado desenvolvida na Universidade Federal de Santa Maria. Jaqueline Aparecida de Arruda Watzlawick
CAPÍTULO XVII: Acessibilidade atitudinal. Deborah Prates
CAPÍTULO XVIII: A judicialização pela guarda dos filhos de Pessoas com deficiência Visual. Daniel Monteiro e Lorelaine Sapia
CAPÍTULO XIX: O Ministério Público na defesa da pessoa com deficiência. Liana Carvalho Sousa
CAPÍTULO XX: Os Novos Crimes, Direitos e Deveres da Lei Brasileira de Inclusão: Daniel Monteiro
CAPÍTULO XXI: Show Down: Fabiana Comerro
CAPÍTULO XXII: Atuação profissional de pessoas com deficiência visual nas artes. Sara Bentes
CAPÍTULO XXIII: Contribuições do Balé clássico na deficiência visual. Sabrina Siqueira Casado
CAPÍTULO XXIV: Fotografia e Deficiência Visual: Por que Não? João Kulcsár
CAPÍTULO XXV: Das placas táteis ao multissensorial: Estratégias para a acessibilidade estética de pessoas com deficiência visual no encontro com a arte. Raquel Guerreiro